Há um mês, o rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Samarco, controlada pelas gigantes do setor Vale e BHP Billiton, em Mariana (MG), gerou o maior desastre ambiental da história do Brasil. Poucos dias depois, uma equipe do coletivo Jornalistas Livres, apoiada pelo Greenpeace, estava na estrada para investigar as causas por trás da tragédia. O resultado da apuração é a reportagem de capa desta Revista Greenpeace #4.

Acreditamos que o jornalismo investigativo é, junto com o ativismo e o engajamento da toda a sociedade, uma ferramenta fundamental para fortalecer a proteção do meio ambiente e promoção da paz, missão da organização nos 55 países onde atua. Desde de sua primeira edição, esta revista digital busca fortalecer esse caminho – e acreditamos que seguimos firme na proposta.

A aposta em boas reportagens continua - assim como o espaço para ideias, personagens e iniciativas inspiradores. Nesta edição, temos um punhado de histórias que realimentam nossa esperança na mudança que precisamos promover no mundo.

Ao mesmo tempo, nossa publicação digital também se transforma para seguir melhorando. Esta edição inaugura um novo projeto gráfico, assinado por Pedro Matallo, do Estúdio Luzia, além de novas seções, formatos e arquitetura de navegação. Esperamos que você goste do que encontrar por aqui. Muito obrigado e boa leitura!

Editorial